A cozinha é o lugar mais reconfortante da casa porque nele encontramos alimento para o corpo e para a alma. Deixe a Natureza entrar na sua e esqueça os produtos feitos pela indústria alimentícia em geral, que não coloca amor nesse ato nem está preocupada com a saúde do seu organismo e o de sua família!

Esse é um dos segredos de manter o bem-estar - não entregue essa função vital a terceiros - ponha a mão na massa, deixe a preguiça de lado e estabeleça como prioridade fazer a comida que vai mantê-lo longe das doenças!

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Cardamomo

Especiaria aromática de sabor adocicado, refrescante e picante, o cardamomo vem de uma planta de 1,50 metro de altura originária de Malabar, no sudoeste da Índia.
Ele chegou à Europa por meio das rotas de exploração do Oriente e era cultivado nos mosteiros durante a Idade Média. Suas sementes eram usadas na fabricação de uma massa doce que os monges mascavam como chiclete.

Os frutos do cardamomo contêm cápsulas alongadas ou redondas que protegem cerca de 20 sementes.
É uma das especiarias mais caras, depois do açafrão e da baunilha e amplamente utilizada nas cozinhas indiana (essencial ingrediente do caril/garan masala), árabe (básico no café) e chinesa.

O cardamomo é encontrado seco, em cápsulas (favas), com as sementes soltas ou já moídas.
Prefira as cápsulas inteiras, pois as sementes perdem o aroma rapidamente. Existem diversos tipos de cardamomo: os de cápsula branca, marrom e verde. Os mais comuns são os verdes, que adquirem essa coloração por serem secados artificialmente. Os brancos são clareados e os marrons não são do verdadeiro cardamomo, mas de uma espécie muito semelhante, porém menos aromática e mais canforada.
Guarde na própria embalagem, em local arejado e protegido da luz.

Abra as cápsulas do cardamomo somente no momento em que for utilizá-las, pois elas perdem o aroma rapidamente. Retire as sementes cuidadosamente e, se preferir, torre-as em uma frigideira para ressaltar seu aroma. Utilize conforme as orientações da receita.

O cardamomo integra duas tradicionais misturas de especiarias indianas. O garam massala, que combina cominho, sementes de coentro, pimenta em grão, cravo, macis, folhas de louro e canela e o curry, que mistura grãos de coentro e pimenta, cúrcuma, gengibre e pimenta-malagueta.

Saiba mais:

Experimente acrescentar algumas sementes de cardamomo ao seu café. Você sentirá um aroma e sabor diferentes (é hábito entre os árabes).

Chá com algumas cápsulas de cardamomo e casca de laranja é um excelente digestivo. Utilize cerca de oito sementes para 1 litro de água.

As sementes perdem seu sabor rapidamente quando moídas. Mesmo quando inteiras, perdem 40% de seu óleo essencial por ano, devendo ser mantidas nas cascas para melhor conservação.

Os grãos ajudam na digestão e melhoram o hálito.
Cuidado com o uso, pois altas doses podem provocar vômitos.

Purê de batata doce com calda de cardamomo
















Ingredientes

uma batata doce média
1/2 xícara de açúcar mascavo claro
1/2 xícara de água
sementes moídas de 2 unidades de cardamomo
10 amêndoas picadas

Como fazer

Cozinhe a batata doce até ficar bem macia.

Descasque-a e passe pelo espremedor, retirando todas as fibras (se necessário, use uma peneira). Reserve.

Coloque o açúcar, a água e o cardamomo numa panela pequena.

Cozinhe em fogo alto até formar uma calda levemente espessa.

Abaixe o fogo e acrescente o purê de batata-doce, misturando até ficar bem incorporado.

Desligue o fogo e acrescente as amêndoas, misturando bem.

Sirva morno e decorado com lascas de amêndoas.

Nenhum comentário: